27 de janeiro de 2016

9 Super idéias pra Slingar seu Bebê no Carnaval

Em ritmo de carnaval a Sampa Sling separou 9 idéias super legais para você pular carnaval slingando seu bebê. 
Que tal entrar na brincadeira e compartilhar com a gente como seu sling entrou na folia?

Mande sua foto para a gente!



Ladrões de Banco, e seu "saco de dinheiro" idéia simples e divertida da Wrap your Baby.

A família toda pode entrar na brincadeira! Olha que graça essa família Mario Bros!

Seu sling pode virar um saquinho de pipoca! Aesthetic Outburst

Quem gosta de sushi? Seu mei-tai pode se transformar em um delicioso petisco de carnaval! Cool Mom Pics

 Seu bebê pode ser uma aranha preso a mãe-teia. Ideia simples e divertida! Mamabee.com


 Para quem gosta de Star Wars, um chapéuzinho e um penteado já dão um resultado bacana. Você de Princesa Leia e seu bebê de Ewok. Foto: Camp Ground Cubs
Também para os amantes de Star Wars, que tal encarar o desafio dessa super-produção? Foto: Wrap your Baby 
Vilma Flintstone e seu pequeno Dinossauro. Idéia da BK Tribe

Você pode tirar aquela antiga fantasia de pirata do armário e com um sling de argola, seu bebê pode ser um colorido papagaio! Foto: Wrap your Baby

19 de janeiro de 2016

Slingando Recém Nascidos: Argolas para bebês grandões


No penúltimo capítulo da web série Slingando Recém Nascidos conversamos sobre bebês maiores, que podem ser colocados no sling de argolas na posição para amamentar, ou recostados na mamãe com as perninhas para fora. O Sling, como um facilitador de colo, se adapta às condições e demandas do binômio mãe e bebê. Observando pequenas ações para garantir a segurança - como o rostinho do bebê em posição visível - é possível usar esses práticos tecidos para facilitar a rotina do cuidador com muito carinho e contato com o bebê.



Veja os outros capítulos da série:




16 de janeiro de 2016

ENAMA - 1º. Encontro Nacional de Maternagem Ativa



Esse mês, a Sampa Sling irá participar do Primeiro Encontro Nacional de Maternagem Ativa - O ENAMA.

O ENAMA é um projeto criado pelas sócias Amanda Chatah e Marina Weisshaupt "para ajudar os pais a lidarem com SABEDORIA e CONSCIÊNCIA com os processos da maternagem e criarem não só uma família, mas uma vida de bases sólidas, agindo ativamente na vida de seus filhos."

Em diversas palestras com temas variados, o ENAMA vai abordar temas atuais do conflito materno, puerpério, empoderamento, amamentação, empreendedorismo, paternidade, parto, alimentação infantil e muitos outros.

As palestras são sempre online, com horários pré estabelecidos e inteiramente GRATUITAS. Nós, da Sampa Sling, estamos muito felizes em participar desse projeto tão especial, e montamos uma palestra muito bacana sobre os slings como facilitadores de colo.

Anote na agenda!

28 de Janeiro, Quinta-Feira às 13h.




Para ter acesso à nossa palestra e à todas as outras palestras do ENAMA, você só precisa se inscrever, para receber pelo e-mail ou facebook, os links para assistir a programação que mais te interessa!
Clique aqui e se inscreva gratuitamente

Acesse também o site do ENAMA para mais informações. 

11 de janeiro de 2016

Imagem maravilhosa mostra a ciência por trás do Vinculo.


Texto original da Chaunie Brusie

Em tradução livre pela Sampa Sling


Todo mundo sabe que a ligação entre uma mãe e seu filho é muito poderosa.
Não só a maternidade muda uma mulher fisicamente, mentalmente e emocionalmente para sempre, mas seu bebê literalmente muda seu corpo também. Pedaços de seu bebê literalmente mudam as suas células e vivem em seu corpo por anos. É meio maluco pensar nisso!

Uma grande quantidade de trabalhos tem sido realizada sobre o vínculo mãe-filho, de poemas a livros e trabalhos de arte, mas essa unidade potente nunca foi capturada dessa forma antes.


Crédito da Imagem REBECCA SAXE/SMITHSONIAN MAGAZINE

Você está olhando para a primeira imagem do vínculo mãe-filho em uma ressonância magnética (MRI) do mundo, capturado pela neurocientista Rebecca Saxe. A imagem é, na verdade, de Saxe e seu próprio filho de 2 meses de idade, Percy.

"A forma como falamos, cantamos, seguramos, e brincamos com nossos bebês constrói os próprios fundamentos do cérebro enquanto nossos filhos crescem."

Saxe é uma neurocientista do Departamento de Cérebro e Ciências Cognitivas do MIT e Professora de Neurociência Cognitiva. Ela estuda, curiosamente, a Teoria da Mente, ou em outras palavras, "a maneira com que as pessoas pensam sobre os pensamentos de outras pessoas."

Basicamente, ela passa seus dias pensando em como as outras pessoas pensam sobre o pensamento e se isso não é suficiente para lhe dar uma mente confusa, eu não sei o que é. Mas de qualquer forma, é impressionante, assim como a imagem que ela capturou, quando ela e seus colegas de trabalho decidiram fazer uma ressonância magnética mãe-bebê apenas porque eles estavam curiosos.

"Esta imagem de Ressonância não foi feita para fins de diagnóstico, nem sequer realmente para a ciência", escreveu Saxe em seu artigo para o Smithsonian. "Ninguém, que eu saiba, nunca tinha feito uma imagem MR de uma mãe e filho. Nós fizemos este porque queriamos vê-la ".

Porque você sabe, quando você é uma mãe e neurocientista, sua definição de "diversão" pode ser um pouco diferente, e isso é perfeitamente compreensível.

Talvez a parte mais impressionante sobre a imagem é a forma como ele marca as diferenças no cérebro do bebê e da mãe. O bebê, como você pode ver, é mais suave e mais escuro porque tem significativamente menos matéria branca. A substância branca é composta de mielina, que é o isolamento dos fios que passam mensagens dentro do seu cérebro, disse Saxe ao Today.com. Para mim, essa falta de mielina é um exemplo muito real e visual de como mães literalmente formam e moldam seus filhos desde o nascimento. A nossa forma de falar, cantar, segurar, e brincar com nossos bebês molda os próprios fundamentos do cérebro enquanto nossos filhos crescem, de uma forma que é ao mesmo tempo inspiradora e, francamente, um pouco assustadora porque, imagina a pressão!


É a viagem do bebê ao adulto que Saxe espera para ver se vai se desdobrar, como o toque e a presença de uma mãe impacta a forma como um cérebro se desenvolve.

"Com que facilidade tudo pode dar errado por uma lesão ou pelo meio ambiente", escreveu um comentarista no estudo de Saxe. "Essa viagem - ao conhecimento - permanece um grande mistério. Esta foto (se você me permite chamá-la assim), capta essa jornada. O cérebro da mãe com as suas áreas dobradas e brancas mostrando o conhecimento adquirido na viagem, contrasta com a mais escura do bebê, menos cérebro dobrado. Mãe conhece os perigos da viagem que aguardam o seu filho - o amor, esperanças, sonhos, medos e decepções - tudo capturado em uma imagem que é verdadeiramente universal, transcendendo todos, menos os elementos mais básicos que nos fazem humanos ".

Como muitas mães, Saxe gastou uma quantidade desproporcional de tempo apenas observando seu bebê (quantas horas de minha vida foram gastos no total apenas assistindo meus filhos dormir?). Mas porque ela é uma neurocientista cognitiva, observando seu bebê parece apenas um pouco diferente para ela. Especificamente, ela gastou muito tempo observando o cérebro de seu bebê se desenvolver através de um aparelho de ressonância magnética. Ela detalhou como é fascinante observar como o cérebro das crianças respondem à interação com os adultos, como os vasos sanguíneos no cérebro expandem e fluem em resposta às canções na voz de sua mãe e histórias favoritas lidas em voz alta.


"A mãe e a criança são um poderoso símbolo do amor e da inocência, da beleza e da fertilidade", escreveu Saxe. "Embora estes valores maternos, e as mulheres que os encarnam, podem ser veneradas, eles são geralmente vistos em oposição a outros valores: inquérito e intelecto, o progresso e poder. Mas eu sou uma neurocientista, e eu trabalhei para criar esta imagem; e sou também a mãe nela, enrolada no interior do tubo com meu filho recém-nascido ".

A imagem é fascinante e um visualização maravilhosa de como o que permanece invisível em nossas vidas - é, por vezes, a força mais poderosa de todas.

7 de janeiro de 2016

Primeira Slingada do Ano com Promoção de Lançamento

Esse sábado, 9 de janeiro, estaremos realizando a nossa primeira Slingada do Ano no Espaço Sampa Sling!

Um dia especial comemorando um ano novo de muito colo, com Musicalização ás 11h, com a querida Fernanda Bertinato.



Nesse dia também teremos o lançamento da "Meu Nani", uma Almofada de Amamentação de formato exclusivo e original que permite que mãe e bebê fiquem em uma posição que favorece a amamentação. Tecido em 100% algodão, não irrita a pele do bebê e é lavável em máquina de lavar! 



Aproveite o lançamento na Slingada do dia 09 e ganhe 10% de desconto na almofada Meu Nani. 

4 de janeiro de 2016

Camila e Enzo



A Sampa Sling começa o ano compartilhando com vocês um momento muito emocionante para nós.

No fim do ano de 2015 recebemos a visita da Camila, mãe do Enzo. Ela e o marido são deficientes visuais e vieram à nossa loja a procura de um facilitador de colo.

Tivemos a oportunidade de ajudá-la a entender e amarrar seu bebê em um wrap, aprendizagem que vamos levar por toda a vida.

Camila, mãe do Enzo

Esperamos que a conquista da Camila motive outras mães e pais a carregarem seus bebês independente das dificuldades que a maternidade pode trazer. A prova de que a utilização dos carregadores de pano é muito mais intuição do que um conjunto de regras.


Compartilhamos com vocês então, uma das tentativas da Camila, acompanhada de um poema de Fernando Pessoa. E com isso, desejamos a todos vocês um ano novo de muita intuição, muito amor e muito colo!

"O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar..."

video